Filosofia

Não copie o Mestre!

imagem do Hatsumi segurando uma kunai no dojo principal em Noda

Não copie o Mestre!

 

*Este texto é uma tradução livre de um post do blog do Shihan Arnaud Cousergue 

Treinar lento: nível de estudo/aprendizado/dōjō

Treinar lentamente é parte do processo de aprendizado, reagir lentamente tem a ver com luta real. Quando você treina devagar, você cria um novo padrão mental/corporal que será útil em uma luta de verdade. Quando movimenta-se lentamente em um confronto, você para de transmitir intenção. Portanto, é fácil para você ler o oponente e ajustar suas reações naturalmente aos ataques dele. Muitos praticantes, graduados inclusive, confundem essa diferença. Nós terminamos imitando os movimentos lentos do sensei Hatsumi e como não temos muitos anos de prática, se apenas copiamos a maneira lenta do sensei de movimentar-se, acabaremos morrendo em uma luta.

Movimentar devagar: nível alto/reação/luta

Ao longo de anos Hatsumi sensei diz que leciona para os Jūgodan (15º Dan) e não para iniciantes. O que ele mostra nas técnicas é ura, se você copia os movimentos, se mantém na camada omote. Comprar uma faixa preta em uma loja não faz de você um faixa preta e o que Hatsumi mostra nas aulas é o resultado, não o processo. Não confunda o resultado final com o caminho. Pare de copiar, você não tem nível para isso! Mover-se lentamente resulta de muitos anos de treino movendo-se rápido. O estado de “no-waza” (sem técnica) que ele alcançou, está além do nosso domínio. Estamos em direção a isso, porém ainda não estamos lá. O “no-waza” acontece depois de anos repetindo formas de waza. Não há atalhos. Como eu disse muitas vezes no blog, no intuito de esquecer as técnicas, deve-se primeiro aprende-las.



Não pare de se movimentar

Ontem, Hatsumi sensei continuou a se mover lentamente. Esse é o segredo de um taijutsu de alto nível, ele insiste no yukkuri mas acrescenta que para obter sucesso, deve-se manter em movimento. Fizemos uma série de ataques de espada contra Hatsumi sensei, de modo similar ao que é feito para se treinar sakki. Em cada movimento, a espada não tocava nele, porque ele nunca ficava parado. Virando suas costas a uke, Sensei não esperava, ele se mantinha andando e era como se lamina o evitasse. Ele inteirou que, se paramos de nos mover, então propiciamos ao atacante um ponto fixo no espaço que pode ser usado contra nós mesmos. O que fazemos é um taijutsu eficaz, mesmo se nos movemos lentamente. Senō sensei frequentemente pede para nos movermos ligeiramente atrasados e sermos golpeados. Então, nos pede para movermos um pouco antecipado uma vez, de novo e de novo até conseguirmos nos mover lento o bastante, na distância correta e com o timing perfeito para evitar o ataque. Se nunca for atingido durante um treino, como pode saber como agir em uma luta real? A verdade é que você não sabe como.

Ao invés de repetir os movimentos do Sensei, escute o que ele diz, e desenvolva uma progressão de treino que vá ensina-lo a movimentar-se como ele. Se você é um praticante graduado da Bujinkan, espera-se que você tenha estudado todos os waza. Vá ao Japão, não para aprender waza, mas busque trazer novas ideias e conhecimentos de volta para treinar no dojo, até a sua próxima viagem. Vá ao Japão para voltar com um “para casa”.

Se quer aprimorar seu taijutsu, pare de copiar e comece a escutar.

Não copie o omote, o visível, pois é um beco sem saída.

Escute o Sensei, ele irá ensina-lo o lado ura das coisas, e ajudar você a aperfeiçoar sua movimentação.

__________________________________
1. ゆっくり, Yukkuri: devagar, à vontade, sereno

 


 

Texto original: “Don’t xerox the Master”, escrito pelo dai shihan Arnaud Cousergue. Disponível no link: https://kumafr.wordpress.com/2017/05/03/dont-xerox-the-master/

 

 

Outros textos traduzidos do blog do dai shihan Arnaud Cousergue

 

Você é um ninja? Ótimo! Eu sou o papai noel

Sasae nakusu: se livre dos apoios

Comentários no Facebook